Tibero

Para quem não conhece, o Tibero é um RDBMS da TmaxSoft, empresa da Coréia do Sul, que se apresenta como uma alternativa (mais barata) ao Oracle Database, sendo completamente compatível – nenhuma linha de código de sua aplicação precisa ser alterada.

Muitas pessoas me perguntam o que eu acho do Tibero.

Minha opinião é que é engenharia reversa. Ou pior. O Tibero tem Listener, DBWR, LGWR, CKPT. E por aí vai.

Fortalecendo esta teoria, eu conheço dois casos de empresas que tentaram migrar para Tibero e não conseguiram. Um destes casos eu tenho muitos detalhes e provas: os engenheiros coreanos vieram para o Brasil, e não conseguiram fazer o programa (que funcionava e continua funcionando no Oracle) CONECTAR no Tibero. O projeto foi abandonado.

Algumas coisas do Oracle ele não tem, como o RMAN. Imagine um Oracle sem o RMAN. Não precisa imaginar, é o Tibero.

Eu o baixei, instalei, testei. Fui direto no manual de Backup e Recovery, por onde comecei. Ponto positivo: ele tem apenas 74 páginas. Ponto negativo: ele tem apenas 74 páginas. O backup é via BEGIN BACKUP e CONTROLFILE TO TRACE.

Mesmo que não for engenharia reversa, se a Oracle processou o Google por usar meia dúzia de linhas de código do Java, imaginem o que ela vai fazer com esta empresa. Até o “RAC” deles chama “TAC”. A Oracle processaria só por isso.

E os DBAs Oracle sabem: nem o Oracle funciona direito. Imagina então uma cópia da Coréia.

Não sou fã da Oracle, muito pelo contrário, sou um crítico ativo dela. Mas se eu tivesse que usar um banco de dados, não usaria o Tibero.

“Ah Portilho, eu uso Tibero aqui e está tudo bem”. Bem, espero que continue com sorte.

16 comments

  1. Não é isso que estão dizendo ~vendendo~ por ai…

    “Facilidade de Migração
    O Tibero possui uma ferramenta de migração, tbMigrator, que permite a migração automatizada de um banco existente em poucos dias. Além disso, ele nem mesmo necessita de reescrita de código”

    🙂

    1. Migração nunca é fácil. Nunca.
      Mas vamos testar para ver o quanto é menos difícil.

    2. tbMigrator. A primeira coisa que passou na minha cabeca quando vi TB foi de Tabajara do Casseta e Planeta.

  2. Aqui eles fizeram uma apresentação.. na apresentacao em servidores ibm(que sao parceiros) sao bem mais performático que o proprio Oracle e tem funcionalidade que o Oracle ate “Copiou”… mas não convenceram os diretores… rsrss.

  3. Olá Ricardo,
    Acredito que seu teste com relação ao Tibero tenha sido um pouco superficial.
    Sobre a conectividade, na grande maioria dos casos você conecta sim sem modificar nada no código da aplicação.
    Raras exceções podem acontecer como na migração de Oracle para qualquer outro banco poderia acontecer e nesses casos você realmente precisa alterar algumas linhas de código para compatibilidade.
    Em termos de banco de dados, o Tibero apresenta 97% de compatibilidade com o Oracle atualmente o produto de menor impacto para uma possível migração.
    O TAC que você menciona funciona muito bem e atende a proposta de clusterização ativa com fail over e fail back, possui um gerenciador de volumes próprio e diversas funcionalidades.
    Não houve processo da Oracle pois você não detém patente de nome de objeto, apenas de código e o motor do Tibero é diferente nesse aspecto.
    Com relação ao backup ele não tem o RMAN mas tem o tbrmgr, Tibero recovery manager que faz muitas das funções do RMAN, não tem data pump mas tem o tibero export e tibero import (tbexport/tbimport).
    Em termos de tempo de mercado, o Oracle já leva mais de 30, o Tibero menos da metade disso, portanto o critério de comparação sobre maturidade de produto realmente apresenta uma disparidade.
    Porém você ao comprar o Tibero leva um produto justo pelo preço que está pagando.
    Além do citado acima o Tibero possui tecnologia multi-thread background e foreground, possui disaster recovery chamado de TSC, tibero standby cluster e uma série de outras funcionalidades
    Possui uma ferramenta de monitoramento chamada de Tibero manager, no qual você monitora via console web.
    Assim como você sou “agnóstico” a marca de banco de dados, e avalio o Tibero como uma saída para aqueles que não conseguem mais pagar um licenciamento Oracle, ou para software houses que tem a sua receita diminuída pois os custos do banco de dados Oracle excedem os custos de seu ERP por ex.
    Caso queira discutir sobre Tibero estou a disposição para um bate papo.
    Forte abraço.

    1. Oi Ronaldo.
      Sim, meu teste foi superficial (por enquanto). Irei testar mais para conhecer melhor o produto, e aceito conversar a respeito. Como disse, esta é apenas minha opinião.

      Não encontrei citação sobre o tbmmgr no “Backup & Recovery Guide”, onde deveria estar. Depois encontrei no “Administrator’s Guide”.

      Embora você seja “agnóstico”, você trabalha na Tmaxsoft, certo?

      1. Prezado Ricardo,
        Sim sou suporte de segundo nível da TmaxSoft, trabalhei por vários anos com Oracle, Sql server, Postgres, Mysql, Firebird e etc…, e aceitei a proposta e o desafio de atuar com essa nova tecnologia.
        Mas respeito todas as tecnologias e como sempre afirmo, Tibero e Oracle são dois produtos distintos, que se destinam ao mesmo fim.
        Seria como você comparar um Toyota corola e um Honda civic, ambos tem a mesma função mas tem suas características individuais.
        O motivo de tamanha similaridade do Tibero com o Oracle no quesito operacional, é unicamente aproveitar a mão de obra já formada do maior fornecedor de banco de dados do mundo.
        Portanto você tem impacto minimizado na migração e depois no pós migração.
        Um bom DBA Oracle tem uma curva de aprendizado muito pequena para se adaptar ao Tibero.
        Agora que já nos conhecemos, conte comigo para o que precisar no que tange ao Tibero.

        Abraço.

        1. Obrigado pelas informações Ronaldo.
          Estou fazendo mais testes a respeito e os publicarei em breve.

          1. Que legal Ricardo, vou acompanhar sua publicação.
            Abs.

  4. E eu achando que o Postgre era o que mais chegava próximo do Oracle em matéria de semelhança.
    Temos ai um Fork do Oracle?
    Não vai demorar para Larry Ellison acionar o corpo jurídico,isso se já não o fez.
    Gostei dos pontos positivos e negativos. rsrs

    1. Esse aí é semelhante mesmo…
      Sobre o jurídico, ouvi falar que já ocorreu em outros países.

  5. Dear Ricardo

    Sorry if I write you in English, my Brazilian Portuguese is no longer that good.

    We have never meet each other unfortunately but we have some common Oracle DBA friends in Sao Paulo 100%. Feel free to add me in LinkedIn. Very pleased for that!

    Excuse me very much to say that I see a lot of points that are not correct in your post and this is not against you but I see that your experience with Tibero was pretty short and I do not know which documentation you check because indeed, Tibero has something easier than RMAN to make hot backups and incremental backups, and the automatic recover from Tibero “RMGR” is 1 command and very intelligent.

    Regarding the failures you mention for the migration, I have seen migrations done within 1 day with Tibero for JDBC Drivers exchange and DONE, even the customer itself did without any interaction from the Partner. (*3)

    About reverse engineering, Tibero holds in 400 MB (*1) a lot of functionalities, Oracle DB (like 80% of major features comparing it to Oracle 12.1), Clusterware, Exadata, Oracle Gateways and Oracle Big Data Connectors. All in 400 MB for Tibero, meanwhile in Oracle, all of these Software is around 8-10 GB. Therefore, it cannot be called reverse engineering.

    About “copying” features in the industry, I can provide many examples on how IBM DB2, Microsoft and Oracle copied each other and released functionalities that were clearly available in another databases.
    Regarding this topic, I can say that there is no single Oracle Developer that has joined TmaxSoft before. But if you want other cases, MariaDB is a good case, SnowFlake as well, they really took some code but there are other reasons on why they are not being prosecuted by Oracle, like for Tibero in case you think there is a problem. I can guarantee that if there is a legal case against Tibero, it would be a catastrophe for Oracle and free great marking for Tibero and it will confirm something that it will cause many Oracle customers to move away from Oracle much faster.

    Let me summarize about Tibero, user commands or how you manage the DB, it cannot be copyrighted, therefore, TmaxSoft took the path of making Tibero as similar as possible, in a way that Oracle DBAs and developers “feel at home” while administrating or porting their application to Tibero.

    For your information, there are 2 studies done by 2 different independent law firms that proof already that Tibero does not hold any patent conflict with Oracle (dated 2016 and 2017).

    My suggestion to you is to try Tibero further because it has a LOT of potential and it is already making good cases worldwide (or “western-wide”) and very well spread over Asia market. For example, how long you take to create and configure an Exadata 2 nodes with 3 Storage nodes in your VMs? I can tell you by experience and with proofs that I take 20% of the time required and I have full freedom to install it in any Cloud and I have it like all-inclusive Oracle DB but with some more critical features that I do not see them coming from Oracle short-term (<5Y).

    Excuse me if I have to share with you a simple test that I did. With 50% of the CPU/RAM resources, Tibero was 50% faster than latest Oracle 19.3 APRIL2019 Patch and Tibero can be faster if the data volume is bigger (*3). Link: https://www.youtube.com/watch?v=9TaRLsQnnSQ

    To finalize, my opinion on Tibero. If you like Oracle DB administration but you do not enjoy finding Bugs and Patches every day (almost literally), then… you can try Tibero. Ask yourself, do you want to see more developers making applications with MariaDB or PostgreSQL or do you prefer to have them with Tibero just because they do not know Tibero?. I can recommend Tibero 100%, for many reasons, use cases and almost 3 years experience.

    Best regards,

    Daniel Moya

    Notes:

    1) InstallAnywhere from Flexera is bundled into each installer of Tibero. It is around 50-80MB to discount from 400MB.
    2) Migrations with more than 300 PL/SQL Packages with 5-10min human,… a lot of PLSQL and all kind tables… over thousands of them or anything else.
    3) Tibero References already in Brazil, Switzerland, Germany and Spain reported to me directly that Tibero was faster for them, up to 3 times faster for ETL processes and reports they did. And for queries the performance is usually similar or better with no tuning in most cases. For instance stability much better. and TmaxSoft support is in another dimension of quality that Oracle Support+ACS+Platinum cannot achieve, no matter the money the client pays. All of these are facts.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.