Contos da Nerv: Você recebeu um e-mail… da loja de colchões

PRÓLOGO
Não sei se vocês lembram, mas existiu um tempo onde não “tínhamos internet” nos celulares, só nos computadores, e olha lá. Os celulares eram para fazer ligações, e olha lá também.

Bem, treinamento na primeira Sede da Nerv.

Na hora do Treinamento, fomos almoçar no boteco embaixo da Nerv. Pé sujo seria um elogio.

Ao término do almoço, um dos alunos foi (acho) comprar alguma coisa em algum lugar (provavelmente sal de frutas), e disse que logo voltaria.

Voltamos, começamos a aula… o tempo passa. Explico isso, explico aquilo. Fazemos um Lab assim, outro assado.

O telefone da Nerv não para de tocar. Deve ser telemarketing. Tiro do gancho, pois eu não atendo quando estou em aula.

Já era umas 15:30… Surge uma discussão, e pego um link interessante na Internet. Os alunos pedem para não esquecer de enviar para eles. Para não esquecer, pois eu esqueço das coisas (guarde essa informação aí no Cache), abro na hora o e-mail para enviar para eles.

Nisso vejo de cara um Spam, da LOJA DE COLCHÕES MAZZEI. Comento com os alunos: “que caras de pau, estão aqui do outro lado da rua e me mandam spam…”.

Aí achei o texto do Spam meio estranho: “SOCORRO PORTILHO ABRE A PORTA, ACHO QUE A CAMPAINHA NÃO ESTÁ FUNCIONANDO !!!”

Sério, me senti muito mal com o aluno. Mas em minha defesa, ninguém lembrou do sujeito.

Mas até hoje eu conto a quantidade de alunos ao entrar e ao sair (alunos já podem ter percebido isso).

EPÍLOGO
Só agora aprendi que PRÓLOGO é no começo e EPÍLOGO no final.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.