12.1.0.2 será o último PatchSet do 12cR1

A Nota do MOS 161818.1 – Oracle Database (RDBMS) Releases Support Status Summary – é o local correto onde devemos procurar informações a respeito de suporte para as versões do Oracle Database.

Nesta nota, por exemplo, vemos que o PatchSet 12.1.0.2 é o “Terminal PatchSet” da 12cR1, ou seja, é considerado estável.

ReleaseStatus

Se você ainda está na besteira de “prefiro esperar o R2”, sugiro que leia Devemos fazer Upgrade para 12c?

Outra informação muito legal desta Nota é a respeito da terminologia de suporte da Oracle: o que é PatchSet, PSU, Extended Support, etc.

Terminologia

4 comments

  1. Bom dia!

    Olá Portilho, o foda é convencer os Gestores disso. Mostrei isso na ilusão de aceitarem colocarmos o 12C, já que ainda estamos em fase de desenvolvimento, a resposta é NÃO….rsrsrs…..espere a release 2, pois têm menos bugs. Vou me contentando com a VM mesmo..rsrs

    1. Por isso que eles são gestores, entendem muito bem de subjetividades, mas não de tecnologia.
      Do lado deles, este argumento tinha razão no 9i e 10g. Os primeiros Releases foram terríveis.
      O melhor caminho para convence-los é mostrar as New Features, e o custo de Extended Support.

  2. Mais complicado ainda é quando dependemos de homologação de fabricantes de ERP ,para determinada versão ,tive que esperar um certo tempo para homologarem o 11.2.0.4 ,imagina o 12c ?É agora eles aboliram o 10g de vez porque a Oracle não dar mais suporte ,desde 2003 o 10g era a bola da vez .Pra vocês verem porque o Oracle tem maturidade,de um ciclo de versão para outra é bem grande.

    1. Esse é um ponto onde não dá para brigar, a homologação pelo fabricante, que fora os grandes (SAP), está sempre bem atrasada.

      Sobre o Suporte ao 10g, não é bem que não há mais suporte, não há desenvolvimento de correções para problemas já conhecidos, mas suporte há, os chamados Exended Support e Sustained Support.

      Sobre os ciclos, não é tão grande, o 11gR1 saiu em 2007, e o 11gR2 em 2009. O 10gR1 foi em 2003, o R2 em 2005. São dois anos cravados em todos, para agitar o mercado, para fazer os gerentes pensarem em migrar, quando o produto está sempre em evolução constante.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.