Treinamento "SQL Server 2012 – Mastering the Database Engine"

Na semana passada eu participei do treinamento “SQL Server 2012 – Mastering the Database Engine”, que antigamente se chamava “SQL Server Internals”. Leia aqui (http://www.srnimbus.com.br/sql-server-internals-vs-mastering-the-database-engine/) a respeito da mudança do nome.

O Treinamento é da empresa Sr Nimbus (http://srnimbus.com.br/), e ministrado pelo Luciano Moreira, A.K.A Luti (http://luticm.blogspot.com.br), e sua duração é de 5 dias, das 08:00 às 18:00. Aliás, o treinamento começa realmente às 08:00, já achei isto um ótimo sinal.

Um dos motivos para participar deste treinamento é que estou preparando um similar para o Oracle, chamado de Oracle Internals. A minha dificuldade enquanto estou criando este material, é que percebi que, por sua densidade, há muito mais teoria do que laboratório, muito mais do que o meu treinamento “Oracle Performance Diagnostics & Tuning” (http://nervinformatica.com.br/treinamento_detalhesOPDT.html), que atualmente acho que seria o mais similar ao “SQL Server 2012 – Mastering the Database Engine”, embora com menor profundidade.

Ao contratar o treinamento, confesso que fiquei um pouco receoso, pois entendi por sua descrição que ele seria realmente em sua maioria teórico, e que seria com 20 pessoas. Eu só consigo ministrar o “Oracle Performance Diagnostics & Tuning” para uma turma de 6-8 pessoas, e por apenas 3 dias, e nele sempre tenho muito mais prática do que teoria. Mas entendi a questão da maioria de teoria, por conta do tema. E confiei no conhecimento do instrutor, o que pode ser constatado pelo o que ele escreve.

Não me arrependi. O motivo de eu não conseguir dar um treinamento para 20 pessoas, é que eu não sou o Luti.

Primeiramente, eu tinha dito anteriormente para ele que eu queria saber tanto de SQL Server quanto ele.
Eu estava errado, eu gostaria de saber tanto de Oracle quanto ele sabe de SQL Server

Seu domínio do produto é impressionante, e mesmo assim ele tem a humildade de dizer às vezes o inevitável “não sei”.

O investimento do treinamento se paga já no primeiro dia. Até de hardware aprendi. Realmente você vai conhecer o Engine do SQL Server a fundo.

Acho que, em sua maioria, os DBAs SQL Server são muito mais desenvolvedores (ou vieram desta linha ou ainda participam dela) do que os DBAs Oracle, e o Luti não é exceção, o que lhe traz uma ótima visão do produto, e mesmo assim, ele sempre lembra da boa parcela de culpa que o desenvolvedor tem nos nossos problemas. Uma das frases que ele diz a respeito é “desenvolvedor é tudo desenvolvedor, em qualquer lugar”.

Neste treinamento eu confirmei o que eu achava: ouço muito DBA Oracle dizer “eu consigo administrar um SQL Server, é só me dar um mouse”. Confirmo isso, eles realmente conseguem. Até algo dar errado, ou a aplicação ficar lenta, ou mesmo indisponível.

Confirmei várias invejas que o DBA Oracle poderia ter do SQL Server (no nível de usabilidade, administração, Management Studio x Enterprise Manager / SQL Developer, etc.), mas acabei com outras (Shrink Database, Update Statistics).
Igualmente, aliviei várias invejas que eu achava que o DBA SQL Server poderia ter do Oracle: UNDO, inexistência de Lock Escalation, etc.

Por ser um treinamento realizado em uma infraestrutura de terceiros, tivemos alguns contratempos, que são próprios deste modelo, mas que em absolutamente nada prejudicaram nosso treinamento, nem mesmo o atrasaram.

Como sugestão para melhoria do treinamento, acho que é necessário reduzir seu conteúdo. O Luciano sabe disso, ele mesmo nos disse, o problema é que é muito difícil reduzir! Tenho certeza de que ele gostaria é de ampliar! Tudo o que foi exposto é necessário.

O treinamento é muito intensivo mesmo. Se você desviar sua atenção por 1 minuto que seja, perde algo muito importante, e terá que se esforçar para retomar a linha de raciocínio. Mas o instrutor consegue aliviar o pesado conteúdo, sempre tornando-o mais palatável, com uma ótima didática.

E há sim muita prática, mas se você ficar perdendo muito tempo com alguma demonstração, acaba perdendo uma teoria importante. Eu achei muito mais produtivo ir a fundo nos Labs em casa depois da aula, assim como ler um pouco do livro SQL Server Internals de manhã, antes da aula, sobre os tópicos que seriam abordados no dia.

O meu resumo é bem simples: este treinamento é obrigatório para DBAs SQL Server.

5 comments

  1. “… e mesmo assim ele tem a humildade de dizer às vezes o inevitável “não sei”. ”
    Isso é o melhor que eu espero de um Senior! Humildade, e não arrogância.
    Parabéns, Ricardo, pelo post, e Luciano, pelo treinamento.
    Certamente vou fazer um curso com ele.

    Lílian

  2. Ricardo, um comentário desse vindo de vc, eu diria que é: “o sujo falando do mal lavado” ou “o tocinho falando do porco” (kkkkk)… seus treinamentos são todos nesse estilo, sempre que falo dos treinamentos que fiz na Nerv, empolgo tanto que começo a falar alto… e digo, só faço um oficial, pelo certificado, pois pra aprender, é na Nerv e PRATICANDO… O Luciano escreve com muita propriedade, logo, espera-se algo tão formidável quanto este treinamento que vc narrou!

    1. Obrigado Eduardo! Se você gosta de meus Treinamentos, imagine que eu fiquei impressionado com o dele!

      Grande abraço !

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.