O que é o Sybase?

Odeio mitos. Esta é a razão pela qual escrevi este artigo para a revista SQL Magazine, edição 90, atualmente nas bancas.

O que é o Sybase?

Em primeiro lugar, vamos passar a nos referir ao SGBD como Sybase Adaptive Server Enterprise, ou Sybase ASE, para não confundir com a empresa Sybase. Assim como o Oracle Database é o principal produto da empresa Oracle, algumas vezes o criador é confundido com a criatura.

A maioria dos DBAs que conheço acham que o Sybase ASE é um produto velho, esquecido pela própria companhia que o produz. Fazendo uma breve pesquisa para este artigo, me deparei com três posturas: um DBA Oracle demonstrou que tinha até certa raiva do Sybase, dizendo que não sabe por que ele ainda existe. Um outro DBA SQL Server, quando eu comentei sobre um livro de Sybase ASE que eu tinha comprado, me disse que não sabia que existiam livros deste SGBD. E por último, um gestor técnico da área me perguntou se para um cargo de DBA Sybase ASE poderia utilizar um DBA SQL Server, já que são produtos similares.

Duas coisas que, na minha opinião, que não tem lugar no mercado de TI são mistérios e emoções, e como estas respostas estão cheias de ambos, foi esta situação que me motivou a escrever este artigo.

A verdade é que o Sybase ASE é um bom produto, com funcionalidades de causar inveja a qualquer DBA, e a Sybase possui outros produtos excelentes. A propósito, o termo Adaptive do produto é utilizado porque este é o SGBD da Sybase voltado ao uso geral, com razoável adaptabilidade a diversos tipos de aplicações. Já outros SGBD da Sybase são direcionados a propósitos específicos: como exemplos, o Sybase IQ é um RDBMS orientado a colunas, feito especialmente para Data Warehouses gigantes, e o SQL Anywhere tem como alvo os bancos de dados distribuídos.

4 comments

  1. Interessante !

    Hoje mesmo aqui em uma meeting da empresa, comentamos sobre o Mysql. Os DBAs Oracle (que aqui são a maioria) já começou a criticar, muitos deles nunca se quer utilizou Mysql para poder falar alguma coisa.

    O grande problema é que a maioria (quase todos) se pega a ideologia e não a tecnologia que pode oferecer.

    Não conheço muito sobre Sybase, por isso vou comprar a revista para aprender : ) Sou DBA Oracle mais adoro conheço outras tecnologias.

    Abraço Portilho !

  2. Eu não poderia ter dito melhor, Flávio. Esta crítica é pura defesa do desconhecido. Mas peixe de rio não pode falar mal do aquário, se nunca foi lá.
    Aos DBAs Oracle: o Sybase ASE pode mover o banco master (algo como a Tablespace SYSTEM) para outro disco sem indisponibilidade, e fazer SELECT em um arquivo de backup.
    O Oracle tem muito mais vantagens e funcionalidades que o Sybase ASE, na minha opinião. Mas existem todos os tipos de necessidade.

    Grande abraço !

  3. Apesar de ser um artigo de 2011, esse tipo de comentário ainda existe.
    Sempre trabalhei com ORACLE e SQL Server.
    Hoje faz mais ou menos 1 ano que trabalho com o Sybase ASE e o que percebo é que o banco de dados acaba levando a culpa pela construção de seus objetos, ou seja, a modelagem.
    “Esse banco é muito antigo, baixo desempenho, etc”
    Porém analisando os logs, você encontra waits por causa de query mal desenvolvida, deadlocks se torna comum, etc.

    1. Que legal Clayton! Realmente é uma ótima chance de aprendizado.
      Realmente, aplicação boa roda bem em qualquer banco.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.